M3gan: Um filme pra não levar a sério

sexta-feira, 20 de janeiro de 2023

Oi gente  Eu amo filmes de terror e sou também fã do James Wan, que é conhecido por colocar bonecos aterrorizantes em suas produções {Annabelle, Billy, Billy - Saw}. Bonecos sinistros em filmes de terror não são novidade, mas minha confiança no James é maior. Eu tô falando do recente M3GAN. Claro, não é um filme pra se levar a sério e eu percebi isso desde a primeira vez que eu vi o trailer e a dancinha que viralizou nas redes. Já adianto que o filme é divertido, cumpre bem o papel de entreter, e promete virar uma franquia de sucesso.
Mas qual é a história do filme: Gemma uma roboticista que cria brinquedos de inteligência artificial. Pressionada pelo seu chefe a criar uma inovação para o mercado, Gemma faz um protótipo de uma "robô humanoide" {a M3gan}, uma androide boneca bem realista, sofisticada e com habilidades incríveis para lidar com crianças. Gemma, usa Megan como babá para sua sobrinha, como experiência, para ajuda-la a superar a morte recente de seus pais, que morreram em um acidente de carro.
A robo é feita pra se conectar com a criança, entender seus gostos, hobbies, brincar e cantar com/pra elas...enfim. Pra muitos pais parece um sonho, mas no caso desse filme, obviamente se tornará um pesadelo.
Imaginem uma mistura de exterminador do futuro com A.I? Bem isso! Pra "proteger" a garotinha a androide capiroto vai aprontar todas. Previsível, né? Mas vale a pena ver, eu nem senti o tempo passar. Fiquei até com a sensação de "quero mais". O filme tem certas falhas claro, mas você vai aceitando os furos porque como eu disse: Não é pra ser levado a sério.
Gosto como o filme tem um sarcasmo, uma discussão ética sobre o uso de inteligências artificiais, especialmente por crianças. As atuações são ótimas também, junto com os efeitos especiais que fazem M3gan mais bizarra ainda.

Eu acho que M3gan tem tudo pra se tornar uma franquia com pelo menos mais 2 filmes {uma sequência já foi confirmada!}. A boneca tem carisma, malemolência, uma carinha bizarra e caricata. Uma personagem da cultura pop tanto quando Chucky e Annabelle, tenho certeza. Sabe o que também mais me chocou nesse filme? É que a possibilidade da criação de um robô assim não esta tão distante do nosso futuro. Muitas tentativas já foram realizadas e cada vez mais o ser humano se aprimora na criação de inteligências artificiais humanoides. Imaginem se essas criações se opuserem a tudo que forem programadas como nos filmes que vemos? Certamente presenciaríamos uma revolução das máquinas. Até lá, eu só recomendo que você curta esse filme que é bem legal. Veja o trailer AQUI e corra pro cinema

Um comentário

  1. Gostei da resenha pois ela foi um pouco na contramão do que andei lendo sobre o filme. Gosto dessa diversidade de opiniões.

    Boa semana!

    O JOVEM JORNALISTA está no ar com muitos posts interessantes. Não deixe de conferir!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir

♥ Comente com amor ♥